quinta-feira, 5 de abril de 2012

REGISTRO


Chamamos de registro, a exata localização das cores, uma em relação as outras.

FORMAS DE REGISTRO

Registro de máscara:

 É o menos recomendado, devido a baixa produtividade. É elaborado com a impressão do desenho da matriz sobre um substrato transparente e estável (poliéster ou acetato), fixado na lateral do tampo do dispositivo de impressão através de fita adesiva.
            Sobrepondo-se o substrato a ser impresso ao substrato que contem o desenho, inicia-se a impressão da segunda cor.


Registro por batente de encosto:

 É o mais recomendado para impressões de materiais planos com tinta a base de solvente. Elaborado com três pontos de encosto para melhor localização do substrato a imprimir. Os batentes são feitos com material rígido, preso na base do dispositivo de impressão como na figura a seguir, através de fita dupla-face. A espessura do batente deve ser igual ao do substrato a ser impresso.





        
  
Registro para impressões têxteis (à base de água):

Existem algumas maneiras de registrar as cores na impressão têxtil, como veremos à seguir no texto extraído da apostila do I Congresso Brasileiro de Estamparia Têxtil:

            “O registro na estamparia têxtil é feito por meio de encosto dos parafusos (chavetas) no trilho. A matriz deve ser encostada e segura para que, durante a estampagem não aconteça o “arraste”, efeito provocado pelo movimento da matriz durante a estampagem.Normalmente, nas matrizes de tamanho pequeno, o impressor auxilia o registro com uma das mãos enquanto que, com a outra, ele imprime. Já nas matrizes de formato grande, muitos utilizam recursos de auxílio de pressão por meio de um bastão, exercendo pressão na matriz do outro lado da mesa.
No caso de mesas de berços, o registro é ajudado com o apoio do corpo do próprio impressor. Em qualquer caso é importante que o impressor mantenha a matriz no registro preciso durante toda a estampagem.
Em mesas corridas tradicionais, o registro é obtido por dois movimentos: movimento de encosto das chavetas no trilho e, movimento de encosto da chaveta central no morcete. Nas mesas de berço o movimento é o mesmo, no entanto, no sentido contrário, pois os morcetes se encontram sobre os trilhos do lado de cima da mesa.”




                        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário, participe com suas sugestões!