SERIGRAFIA E SIGN 2017

sexta-feira, 30 de março de 2012

TECIDOS CALANDRADOS PARA SERIGRAFIA



As tintas usadas para serigrafia contêm solventes que evaporam durante o processo de secagem, reduzindo assim o depósito da tinta.
As tintas UV, ao contrário, contêm muito pouco ou nenhum solvente. Isto significa que o endurecimento não reduz o depósito da tinta.

O depósito resultante do endurecimento das tintas UV causa problemas freqüentes:

  • A UV não penetra adequadamente em capas de tinta grossas, especialmente quando elas contêm muito pigmento. O resultado é um endurecimento incompleto da tinta.

  • Impressão multicolor de meios tons: se as duas primeiras cores chegarem a depositar muita tinta, será muito difícil colocar a terceira e a quarta cor entre ou em cima dos pontos das duas primeiras, de forma nítida. Isso causará uma deformação na tonalidade da cor e poderá provocar um efeito de moiré.

Nos últimos anos ocorreu um grande avanço na tecnologia de tecelagem. Isso tornou possível a produção de tecidos mais finos, até mesmo em ligamento tafetá, igual a 1:1.
A tendência resultante está no uso crescente de tecidos finos e não calandrados, que proporcionam melhor resolução para a impressão e melhor controle sobre as características da tinta. Devido ao avanço tecnológico dos tecidos, o uso de tecidos calandrados foi reduzido.

Os tipos ainda utilizados são compostos pelos seguintes números de tecido, disponíveis numa largura máxima de 206 cm:

140-34 Y PW OSC
150-31 Y PW OSC
150-34 Y PW OSC
165-31 Y PW OSC
165-34 Y TW OSC
180-31 Y TW OSC

Estes tecidos são satisfatórios para a impressão com tintas UV e vernizes.
Os tecidos de poliéster OSC são tecidos com um lado calandrado, tingido de amarelo. O lado calandrado é brilhante e o outro lado é mate (lado fosco).






Há duas técnicas para a redução do depósito de tinta:

• Se o tecido for esticado com a superfície brilhante voltada para a parte interna do quadro (lado do rodo), os tecidos OSC reduzirão o depósito de tinta de aproximadamente 10 a 15% , comparando-se com os tecidos não calandrados.

• Se o tecido for esticado com a superfície brilhante voltada para a parte externa do quadro (lado da impressão), o depósito de tinta é reduzido em torno de 15 a 25%.
O grau de redução do volume de tinta depende de uma série de fatores adicionais do processo de impressão, principalmente das características reológicas da tinta, as quais variam conforme a cor. É portanto, impossível determinar valores absolutos.
Não são recomendados tecidos constituídos de fios multifilares (multifilamentos), pois estes causam certo prejuízo na qualidade da impressão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu comentário, participe com suas sugestões!